Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

WINES

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

TASTINGS

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

EXPERIENCES

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

TOURS

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

EVENTOS

Harmonizações boas como o milho

Quem nasceu primeiro o bago de milho ou de uva?

Em 1519 os espanhóis chegavam às Américas, iniciando assim a exportação de milho para a europa, em sentido inverso, a plantação de vinho por essas latitudes passou a ser uma realidade para evitar os longos períodos de espera que o vinho espanhol chegasse para saciar a sede dos “conquistadores. Os dois eventos não terão qualquer correlação e é até estranho juntar os dois à mesma mesa, mas quisemos fazer o pop-up do nosso blog com uma harmonização diferente e fora da caixa. É isso que poderão esperar encontrar aqui e nomeadamente das nossas ofertas que também estão prestes a saltar como as pipocas.

Adiante. Por estes dias assinala-se o dia da pipoca, à data que escrevo, continuamos em confinamento, e nada melhor do que sugerirmos harmonizações de vinho e pipocas, para ajudar a passar o confinamento e a assistir aquele filme bem pipoca no nosso ecrã de eleição. A partir deste momento prometo parar com as metáforas de pipocas, experimentem e depois partilhem a vossa experiência.

A pipoca simples com Fernão Pires
A pipoca simples é a pipoca original com cerca de 30 calorias. É um “snack” extremamente versátil com suaves sabores de fermento e cremosidade, mas sem sabores extremos, o que o torna muito fácil para o vinho. De qualquer forma, mesmo improváveis devemos ter algum critério quanto às harmonizações e por isso a sua pipoca inocente e sem adornos, não irá combinar com os taninos de vinho tinto ou sabores fortes herbácios de um vinho branco adstringente. Sugerimos um vinho da casta Fernão Pires, a casta branca mais plantada em Portugal, com maior predominância nas regiões do Ribatejo e da Bairrada, uma casta frutada, redonda, não muito forte ou poderosa.

Pipocas salgadas com Arinto
As pipocas salgadas são muitas vezes no forno ou no micro ondas. Não adicionamos nenhuma manteiga e por isso temos acima de tudo um sabor salgado. O sal acalma o efeito da acidez mais picante do vinho, enquanto o sabor salgado da pipoca é elevado, que serão tranquilizados pelos sabores cítricos frescos do vinho. Embora a natureza mais saborosa dos petiscos salgados significa que pode desfrutar de quase qualquer vinho enquanto agarra uma mão cheia de pipocas salgadas, mas estilos frescos e picantes funcionarão muito bem. Um Arinto será a escolha certa, uma casta que dá origem a vinhos vibrantes, de elevada acidez, com forte perfil mineral, enorme capacidade refrescante e bom potencial de guarda.

Pipoca Agridoce com Tinta roriz
Combinar doce e salgada é algo muito comum, juntar pipocas doce e salgada é uma combinação apenas para os mais ousados ​​que adoram as emoções das pipocas, felizes em dar uma chance a cada dentada. Neste caso, os sabores doces ou salgados precisam de uma escolha de vinho confiável. A tinta roriz, aragonez, ou tempranillo é das castas mais produzidas na peninsula ibérica, origina vinhos finos e complexos, especiados e gastronómicos e é muito usado em vinhos rosés pela sua elasticidade e adaptabilidade, a sugestão ideal seria um espumante ou vinho rosé para esta combinação agridoce.

Pipoca com manteiga com Verdelho
Os sabores redondos e cremosos da pipoca com manteiga precisam ser combinados com algo de igual peso e riqueza. Necessitamos de um branco pesado, redondo e amanteigado, de preferência com um pouco de carvalho. Experimente um Verdelho uma casta bastante aromática, tropical e cítrica. A harmonização para um filme perfeito para escolher camadas semelhantes de sabor com a nossa pipoca amanteigada.

Pipoca com caramelo com Alvarinho
Com o sabor dos estilos salgados, mas com um toque extra de doçura a mel, o caramelo é o mais recente pecado no que toca a pipoca. A combinação mais lógica seria um vinho de sobremesa, como um moscatel ou uma colheita tardia. Mas já que estamos numa onda de experimentações, juntando o caramelo, vamos também combinar um Alvarinho, uma casta muito aromática, com notas que mesclam flores e frutas, com nuances tropicais. O paladar é fresco, com notas cítricas e minerais, e acidez equilibrada.

Pipoca com chocolate com Touriga Nacional
Uma pipoca mais sensual, com sabor de chocolate, precisará de um operador de suavidade semelhante para emparelhar. Recomendamos um vinho encorpado, poderoso e com excecionais qualidades aromáticas. A casta rainha de Portugal, a Touriga Nacional é a nossa sugestão que tem frequentemente notas de amoras de mirtilos, sabores herbáceos, mas com bastante suavidade.

Wine Experiences | Discovering Portugal by Wine Tourism
O enoturismo em Portugal
O enoturismo em Portugal é uma das atividades turísticas mais completas e que agrega património, paisagem, natureza, cultura, vinho e