Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

WINES

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

TASTINGS

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

EXPERIENCES

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

TOURS

Wine Experiences | Discovering Portugal by wine tourism

EVENTOS

Harmonizações de lamber os dedos

O ato de lamber os dedos, não será propriamente uma das imagens mais agradáveis para descrever uma harmonização, mas é impossível discordar de que não há expressão mais ilustrativa para descrever algo simplesmente delicioso do que este ato de “lamber os dedos”. Neste caso, hoje quero escrever-vos, de harmonizações com um dos doces mais venerados do mundo, o chocolate .

Não existe, iguaria mais consensual e desejada, isto só por si já é motivo mais que suficiente para este segundo “capítulo” de harmonizações improváveis. O chocolate já gozou do estatuto que agora é atribuído aos vinhos “o néctar dos deuses”, esta proximidade dava um capítulo completo de estórias de chocolate, mas não é sobre isso que iremos falar.

Pensa-se que já há 4000 anos atrás que na mesoamérica nas regiões tropicais das Américas Central e do Sul, segundo uma lenda asteca, Quetzalcoatl, deus da Lua, roubou da terra uma árvore de cacau tendo feito a sua transformação em chocolate. Os vizinhos espanhóis, esses gulosos, importaram o chocolate para a velha europa em 1528, que andava privada desta delicia.

Mas o chocolate tem muito mais benefícios do que apenas o de glorioso términus de uma refeição, ao nível da saúde física e mental existem diversas prescrições que destacamos:

1) Ajuda a reduzir os níveis do “mau” colesterol – o consumo diário de chocolate preto pode ajudar a baixar os níveis de LDL, conhecido como o “mau” colesterol.  Tal acontece devido aos esteróis vegetais e flavonoides de cacau que, quando consumidos como parte de uma dieta com baixo teor de gordura, diminuem os níveis de LDL no sangue.

2) Protege do risco de doenças cardiovasculares – Os componentes do chocolate preto ajudam a reduzir o LDL, a longo prazo, o que leva a que haja menos colesterol nas artérias. Como consequência, o risco de desenvolver uma doença cardíaca torna-se menor.

3) Mantém o cérebro jovem – Beber duas chávenas de chocolate quente por dia, sem açúcares adicionados, pode ajudar a manter o cérebro saudável e a reduzir o declínio da memória em pessoas idosas.

4) Protege a pele dos raios solares – Se está a ponderar ir para a praia, comece por consumir chocolate antes de sair de casa. Os flavonoides presentes no cacau, podem melhorar o fluxo sanguíneo para a pele, protegendo-a contra os danos solares, uma vez que aumenta a sua densidade e hidratação.

5) Reduz a sensação de stress – Sensação de bem-estar e alívio dos níveis de stress, o chocolate “é constituído por mais de 300 substâncias químicas, que induzem a libertação de neurotransmissores”. Entre eles, destacam-se as “endorfinas, hormonas que reduzem o stress, diminuem a dor e induzem satisfação”,  do chocolate faz ainda parte a serotonina, outro neurotransmissor que tem um efeito antidepressivo.

Só bons motivos para a saúde se comer ou degustar chocolate com moderação, mas hoje o que queremos destacar são as harmonizações de chocolate e vinho, ambos têm notas frutadas intensas e são doces, o que quer dizer que as hamronizações devem ser feitas por contrariedade para assim realçar as diferenças entre os dois néctares, reunimos algumas sugestões mais simples para fazer um brilharete:

Chocolate branco com fernão pires
Os sabores mais destacados do chocolate branco são creme e manteiga, combina bem com vinhos leves ou lúdicos. Pode iniciar com um espumante, que destaca a cremosidade do chocolate branco, ou então um vinho mais adocidado de Fernão Pires.

Chocolate branco com tintos suaves ou brancos tradicionais
Os melhores vinhos para chocolates de leite são os brancos doces ou tintos suaves, para um pairing perfeito acompanhe com Pinot Noirs ou Merlots leves, ou no casos dos brancos os tradicionais Arinto e Fernão Pires. Para o vinho não dominar o chocolate evite vinhos mais estruturados ou adstringentes. O espumante também combina com o chocolate de leite, especialmente os mais frutados, ou então no caso de chocolates de noz o vinho do Porto é uma combinação natural.

Chocolates negros com baga
Os chocolates negros tendem a conter mais polifenóis, o que lhes confere um sabor mais amargo compensado com notas de frutas ou especiarias, o pairing terá que ser com vinhos rubuscos, como um baga da bairrada, ou um tannat de lisboa, os vinhos que tenham notas subtis de chocolate são uma combinação interessante, como é o caso dos vinhos da casta castelão, ou cabernet sauvignon.

A melhor dica de todas, tanto em vinho como em chocolate, é selecionar o que mais gosta. Guie-se por estas sugestões de harmonização, mas se encontrar uma combinação que seja fã particularmente, arrisque, que a vida é curta demais para beber maus vinhos e comer mau chocolate. Sempre com moderação em ambos.

Wine Experiences | Discovering Portugal by Wine Tourism
O enoturismo em Portugal
O enoturismo em Portugal é uma das atividades turísticas mais completas e que agrega património, paisagem, natureza, cultura, vinho e